cargo de epidemiologia de campo

Apresentação geral do STOP

O programa STOP está recrutando candidatos qualificados para participar de atribuições do STOP como epidemiologistas de campo. Esses participantes serão enviados por meio da Organização Mundial da Saúde (OMS), parceira do STOP/Centros para controle e prevenção de doenças (Centers for Disease Control and Prevention, CDC), a países que necessitam de apoio e assistência técnica para as atividades de imunização e vigilância da poliomielite e doenças preveníveis por vacina.

Os participantes de epidemiologia de campo do STOP serão alocados conforme atribuição para trabalharem com colegas de país em atividades que podem incluir as seguintes:

  • Melhorar a vigilância de AFP, sarampo/rubéola, tétano e outras VPDs prioritárias
  • Apoiar o planejamento, a implementação e o monitoramento de campanhas de imunização contra poliomielite, sarampo/rubéola e outras doenças para melhorar a cobertura vacinal
  • Fortalecer os sistemas do Programa expandido de imunização (Expanded Program on Immunization, EPI) por meio da capacitação da equipe de EPI, treinamento e advocacia
  • Apoio a atividades de resposta a surtos para surtos de VPDs e outras doenças infecciosas

Os participantes de epidemiologia de campo do STOP precisam ser indivíduos extremamente motivados e flexíveis, capazes de trabalhar bem de forma independente e em equipe, em condições difíceis e com pessoas de diferentes culturas.

Requisitos do cargo do STOP

O programa STOP está buscando profissionais de saúde pública com ampla experiência no sistema de saúde pública, especificamente em EPI, vigilância e capacitação. Para se qualificar, os candidatos devem ter:

  • Pelo menos 5 anos de experiência relevante trabalhando no campo de saúde pública e formação em um campo relevante ou mais de 10 anos de experiência trabalhando no campo da saúde pública, especificamente em:
    • Vigilância de VPD, inclusive AFP, sarampo e rubéola, febre amarela, tétano neonatal e outras VPDs
    • Planejamento, implementação, monitoramento e avaliação das atividades do programa de imunização, como atividades de imunização suplementares (Supplementary Immunization Activities, SIAs) para poliomielite e sarampo/rubéola e atividades de imunização de rotina
    • Condução de investigações de casos suspeitos, bem como investigações de surtos de doenças para AFP, sarampo/rubéola e outras VPDs
    • Realização de atividades de treinamento e capacitação de funcionários da área de saúde, especialmente para programas de imunização e vigilância
  • Fluência em inglês ou francês
  • A fluência em um segundo idioma é desejada, particularmente árabe, português ou espanhol
  • A experiência anterior com trabalho ou estudo internacional é desejada

Apresentação geral de malária do STOP

O programa de malária do STOP está recrutando candidatos qualificados para participar de atribuições do STOP como epidemiologistas de campo. Esses participantes serão enviados por meio da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma parceira do STOP/Centros para controle e prevenção de doenças (Centers for Disease Control and Prevention, CDC), para os países que necessitam de apoio e assistência técnica nas atividades de vigilância e atividades de investigação e resposta aos casos de malária.

Os participantes da área de epidemiologia de campo de malária do STOP fornecerão conhecimentos para apoiar países com objetivos de eliminação da malária. Os participantes serão alocados conforme atribuição para trabalhar com colegas de país em atividades com foco na malária, que podem incluir as seguintes:

  • Fortalecer a vigilância
  • Investigar e classificar casos
  • Determinar causas da transmissão e desenvolver estratégias de resposta apropriadas
  • Fortalecer os sistemas por meio da capacitação da equipe, treinamento e advocacia

Os participantes da área de epidemiologia de campo da malária do STOP precisam ser indivíduos extremamente motivados e flexíveis, capazes de trabalhar bem de forma independente e em equipe, em condições difíceis e com pessoas de diferentes culturas.

Requisitos para o cargo no programa de malária do STOP

O programa de malária do STOP está buscando profissionais de saúde pública com ampla experiência no sistema de saúde pública, especificamente no combate à malária, vigilância e capacitação. Para se qualificar, os candidatos devem ter a formação, a experiência e as habilidades a seguir:

  • Formação: Formação superior (nível de mestrado ou superior) em epidemiologia ou saúde pública ou em outro campo relevante, como medicina, OU mais de 10 anos de experiência no controle e vigilância da malária; E
  • Experiência: Mínimo de 5 anos de experiência em vigilância de saúde pública de doenças infecciosas, com pelo menos 3 anos de vigilância de malária OU 5 anos de experiência no controle da malária; E
    • Conhecimento avançado de abordagens de vigilância ou estratégias de controle da malária.
  • Habilidades: excelentes habilidades interpessoais, inclusive integridade, bom senso, trabalho em equipe e diplomacia. Capacidade de trabalhar com rapidez e vontade de entregar produtos sob pressão e em prazos curtos. Proativo, motivado, autogerenciado. Disposição e capacidade de assumir responsabilidade, capacidade de lidar com muitas tarefas simultaneamente e priorizar a carga de trabalho em um ambiente de pressão, com demandas concorrentes e altas expectativas.
  • Todos os candidatos devem ser fluentes em inglês
  • A fluência em um segundo idioma, particularmente francês, árabe, português ou espanhol, é fortemente desejada
  • Experiência anterior com trabalho ou estudo internacional
Page last reviewed: April 24, 2020
Content source: Global Immunization