Skip directly to search Skip directly to A to Z list Skip directly to page options Skip directly to site content

NIOSHTIC-2 Publications Search

Search Results

Estrategias para abordagem do zumbido em programas de prevencao de perda auditiva [Strategies to address tinnitus in hearing loss prevention programs].

Authors
Steinmetz-LG; Zucki-F; Morata-TC; Zeigelboim-BS; Lacerda-ABM
Source
Saúde Auditiva: Avaliação de Riscos e Prevenção. Morata TC, Zucki F, eds., Sao Paulo, Brazil: Plexus Editora, 2010 abr; :137-151
Link
NIOSHTIC No.
20037303
Abstract
O zumbido tem sido urn dos sintomas auditivos mais relatados por individuos expostos a niveis elevados de pressao sonora, razao pela qual e alvo de pesquisa em diferentes areas da saude como, otorrinolaringologia, fonoaudiologia, neuronsiologia e psicologia. As pesquisas, alem de proporem tratamentos mais eficazes, visam compreender melhor os mecanismos de geracao, deteccao e percepocao do zumbido. Os transtornos gerados pelo zumbido vao desde a influencia no sono e humor ate a dificuldade de concentraocao e o reconhecimento da fala. Afeta direta ou indiretamente o indivfduo em atividades pronssionais e de lazer, interferindo em relacionamentos familiares e sociais. Em casas extremos, o zumbido e capaz de levar ao suicfdio (Castagno e Castagno, 1985; Jastreboff, 1990; Knobel e Sanchez, 2002; Axelsson e Coles, 1996). O zumbido e caracterizado pel a presenca de urn ou mais sons nas orelhas ou na cabeca e ausencia de estimulo sonoro externo correspondente. Ele acomete aproximadamente 17% da populac ao geral, adquire forma severa em 20% dos casos e causa sofrimento significativo em 4% das pessoas em geral (Jastreboff, 1996). Apesar de haver diversas teorias sobre provaveis causas, nenhuma e conclusiva e capaz de explicar todas as circunstancias do zumbido, devido a falta de metodos objetivos e nao invasivos para detecta-Io e para localizar a atividade neural a ele relacionada (Knobel, 2006). Varios sao os fatores que podem ser considerados de risco para a ocorrencia do zumbido, entre eles: idade, sexo, doencas (otologicas, metabolicas, neurologicas, vasculares), perda auditiva, exposicao ao ruido, drogas ototoxicas, cafeina, nicotina, alcool e outros (Brown, 1990; Schleuning, 1998; Sindhusake et aI., 2003; Dobie, 2004). A exposicao ao ruido e considerada o mais importante fator de risco, tanto para a diminuicao da audicao quanta para o zumbido (Sindhusake et aI., 2003). Por esse motivo, o zumbido tem sido considerado o primeiro sinaI de alteracao em individuos expostos a elevados niveis de pressao sonora (ENPS) e poderia ser o sintoma de uma mudanca temporaria dos limiares auditivos. Alem disso, nos portadores de perda auditiva induzida por ruido (PAIR), a ocorrencia de zumbido seria maior, piorando com o agravamento do quadro (Olsen, 2001). Os Programas de Conservacao Auditiva (PCAs) ou Programas para a Prevencao de Perdas Auditivas (PPPAs) referem-se a um conjunto de acoes cujo objetivo principal e minimizar efeitos negativos em consequencia de riscos auditivos a que trabalhadores estejam expostos, evitando o desencadeamento e/ou agravamento de perdas auditivas. Para isso, o PPPA adota medidas de reducao de riscos ambientais por meio de acoes, tais como: monitoramento dos nlveis de pressao sonora, modificacao ou substituicao de equipamentos que elevam o nivel de ruido, fornecimento do equipamento de protecao adequado, conscientizacao dos trabalhadores quanto ao seu uso e acompanhamento/ gerenciamento audiometrico. Essas acoes visam preservar a audicao dos trabalhadores, tornando os ambientes mais salubres, seguros e agradaveis, e nao apenas para cumprir as regras governamentais e/ ou a reducao de custos das reclamatorias trabalhistas (NIOSH, 1996). Os PPPAs devem apresentar em sua estrutura caracteristicas de dinamismo e continuidade, desde o momento de implantacao de rotinas na empresa ate a avaliaceo peri6dica de sua efetividade (Bernardi e Saldanha, 2003 ) Por entendermos que o ruido e um fator de risco para zumbido e que sua ocorrencia e comum em trabalhadores expostos, parece pertinente a inclusao de acoes para prevenir, entender e educar o trabalhador dentro do PPPA, mesmo que tais acoes nao sejam exigidas por lei. E importante conhecer os problemas que os trabalhadores portadores dessa condicao enfrentam, o quanto e de que maneira is so pode influenciar em seu desempenho ocupacional, na comunicacao, nas interacoes sociais, no nivel de estresse, entre outros, buscando, com isso, conhecer as reais necessidades desse grupo de trabalhadores e a intervencao necessaria. Uma forma que pode ser utilizada para investigar a interferencia do zumbido na qualidade de vida dos trabalhadores expostos a niveis elevados de pressao sonora e por meio da aplicacao de questionarios especificos sobre o zumbido. Por meio dos dados obtidos do questionario, pode-se criar grupos de apoio a essas pessoas, com o objetivo de minimizar as consequencias que o zumbido pode acarretar, e assim proporcionar uma melhor condicao no trabalho, bern como fora dele. Alem disso, essa informacao facilitara a decisao de quando o trabalhador devera ser encaminhado para tratamento medico.
Keywords
Hearing; Hearing-conservation; Hearing-disorders; Hearing-impairment; Hearing-loss; Hearing-protection; Noise; Noise-exposure; Noise-induced-hearing-loss; Noise-levels; Noise-protection; Sound; Sound-attenuation
Publication Date
20100401
Document Type
Book or book chapter
Editors
Morata-TC; Zucki-F
Fiscal Year
2010
NTIS Accession No.
NTIS Price
ISBN No.
9788585689889
NIOSH Division
DART
Priority Area
Manufacturing; Services
Source Name
Saúde Auditiva: Avaliação de Riscos e Prevenção
State
OH
TOP